Desenvolvimento do Relógio CTA – ferramenta de introdução à colaboração

O Relógio CTA é um projeto que surje com o objetivo de resolver um problema prático do Instituto de Física da UFRGS: a necessidade de um relógio para o anfiteatro do instituto.  Foi proposto pela direção do Instituto de Física da UFRGS para, além de mostrar as horas, que corrija seu horário automaticamente. Como é um projeto de relativa baixa complexidade, tem sido utilizado como ferramenta de introdução a eletrônica, programação e  introdução das metodologias de desenvolvimento de tecnologias livres do CTA.  Grande parte dos novos integrantes do CTA passaram por esse projeto, aprendendo a usar programas para desenho de circuitos, modelagem 3D, fabricação digital, entre outros. Mas principalemente aprender sobre trabalho colaborativo, tecnologias livres e documentação aberta.

 

Partes do Relógio do Centro de Tecnologia Acadêmica.

 

Este relógio tem sido  desenvolvido em eventos (Hackatona CTA), progredindo com seu desenvolvimento desde sua concepção, passando pelo projeto, estando atualmente em fase de montagem. Sempre buscando seguir as melhores práticas de desenvolvimentos de projetos livres, com documentação livre e utilizando ferramentas livres, que pode ser conferida no site do projeto. Para saber mais confira a Wiki do Relógio CTA  e o progresso das suas tarefas. Atualmente é necessário completar algumas etapas para a conclusão do projeto, como desenho 3D e fabricação da estrutura de MDF, gerar o G-Code, usinar a placa de controle, fazer a montagem e os testes da programação no Relógio CTA montado. 
Finalizar o relógio CTA será uma das primeiras atividades da Primeira Residência da Rede Latino-americana de Tecnologias Livres. A 1ª Residência da Rede Latino-americana de Tecnologias Livres chega para disseminar métodos de trabalho colaborativos e documentação de projetos de instrumentos científicos e educacionais abertos. A rede precisa do seu apoio que este encontro seja um sucesso. Conheça mais sobre esta iniciativa e contribua com a nossa campanha de financiamento coletivo na Benfeitoria.

–> Crowdfunding da 1ª Residência de Tecnologias Livres <–

Siga-nos nas redes sociais:

            

GOSH – O encontro pelo hardware para ciência aberta

O GOSH (Gathering for Open Science Hardware) é uma comunidade global e diversa que trabalha para fortalecer o compartilhamento de tecnologias científicas abertas. A comunidade acredita que a transformação da sociedade passa por uma transformação na forma como a ciência é feita. Buscando multiplicar os futuros possíveis, sempre em vista uma sociedade mais justa, a comunidade quer uma tecnologia ética, acessível, democrática e empoderadora.

Participam da comunidade engenheiros, professores, artistas, cientistas sociais, ativistas, cientistas, jornalistas, agentes comunitários, todes relacionados, de uma forma ou outra, com hardware científico aberto. As discussões do encontro de 2016, na Suíça, resultaram no Manifesto GOSH, que apresenta os princípios desse movimento, e já foi assinada por mais de 400 pessoas de todo o mundo. Do encontro de 2018, no Chile, foi construído um plano de rota (GOSH roadmap) para impulsionar o hardware aberto e transformá-lo no modo de tecnologia padrão até 2025. Com base no design aberto e colaborativo, e práticas de fabricação mais acessíveis, a rota indica que é preciso tomar conta do controle de qualidade e comprimento dos padrões – principalmente aqueles associados a reprodutibilidade da pesquisa científica -, se aproximando dos aspectos sociais e éticos da prática científica. A busca por licenciemento e documentação adequados, conjuntamente com o apoio de instituições sociais, são também passos essencias desta busca.
No encontro de 2018, ocorrido na China, o grupo expressou a necessidade urgente de fortalecer as redes regionais. Por isso, os encontros de 2019 serão distribuídos: CanadáTanzania e no Brasil – já tem atividades marcadas! Este último ocorrerá em Porto Alegre na residência da Rede Latino-americana de Tecnologias Livres.

A 1ª Residência da Rede Latino-americana de Tecnologias Livres chega para fortalecer este o espírito GOSH de livre circulação de conhecimento científico e tecnológico – em tempo de construir um futuro sustentável. A rede precisa do seu apoio que este encontro seja um sucesso. Conheça mais sobre esta iniciativa e contribua com a nossa campanha de financiamento coletivo na Benfeitoria.

–> Crowdfunding da 1ª Residência de Tecnologias Livres <–

Siga-nos nas redes sociais:

            

Santos Dumont, pioneiro das tecnologias livres

Poucos sabem que Santos Dumont, além de ser um pioneiro da aviação, foi pioneiro das Tecnologias Livres. Estando muito a frente do seu tempo, Dumont antecipou-se em mais de um século iniciativas como a Tesla Motors e da Toyota, que, nos últimos anos, lançaram iniciativas de livre uso de sua propriedade intelectual.

A manchete da “Popular Mechanics” era clara: “Santos Dumont doa patentes do aeroplano ao mundo”

A manchete da “Popular Mechanics” era clara: “Santos Dumont doa patentes do aeroplano ao mundo”. No texto, explicita que “Os direitos de patente da máquina foram tornados públicos por Santos Dumont para encorajar a aviação, e qualquer um pode usar esses planos para construir uma máquina similar”.Fonte: Revista Popular Mechanics, Dezembro de 1909, página 842.

Porém Santos Dumont foi além.  O Especial O Globo –  Santos Dumont, o conquistador dos céus – esclarece ainda que  “O projeto detalhado de sua obra-prima, o Demoiselle nº 20, foi publicado na íntegra na revista “Popular Mechanics”. A fabricante de automóveis francesa Clément-Bayard deu início à indústria aeronáutica com a produção em série de aproximadamente 50 Demoiselles. O projeto se tornou popular nos EUA, com companhias americanas fabricando aviões e peças por muitos anos seguindo o modelo de Santos Dumont.” É o verdadeiro espírito das tecnlogias livres!

A 1ª Residência da Rede Latino-americana de Tecnologias Livres chega para fortalecer este espírito de livre circulação de conhecimento científico e tecnológico em tempo de construir um futuro sustentável. A rede precisa do seu apoio para ser um sucesso. Conheça mais sobre esta iniciativa e contribua com a nossa campanha de financiamento coletivo na Benfeitoria.

–> Crowdfunding da 1ª Residência de Tecnologias Livres <–

Siga-nos nas redes sociais:

           

Página da edição da revista “Popular Mechanics” destacando o projeto da Demoseille de Santos Dumont.